21/10/2006

Mão Santa elogia a honestidade do tempo da ditadura

No Jornal Meio Norte de hoje há uma matéria cujo título é “Mão Santa não arrisca sobre resultado da eleição presidencial”. Nela, é destacada uma fala do ex-governador Francisco de Assis Morais Souza: “o general Ernesto Geisel era honesto, o presidente Figueiredo era honesto. Castelo Branco era honesto. João Batista Figueiredo era honesto, eu o recebi no governo Lucídio Portella, ele tinha sua missão”.
Tá bom Mão Santa... político honesto... eu também acredito em Papai Noel e em coelhinho da Páscoa...

5 comentários:

solange disse...

fernanda,
Ser feliz (Fernando Pessoa)

“Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar
Irritado algumas vezes, mas não esqueço
De que a minha vida é a maior empresa do mundo.
E que posso evitar que ela vá à falência.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver,
Apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos
Problemas e tornar-se um autor da própria história.

É atravessar desertos fora de si, mas ser
Capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus em cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.

É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um “não“.
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Pedras no caminho? Guardo-as todas, um dia vou construir um castelo...“
bjos de alg que vc podera contar sempre...(sua mãezona)

solange disse...

fernanda,
Ser feliz (Fernando Pessoa)

“Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar
Irritado algumas vezes, mas não esqueço
De que a minha vida é a maior empresa do mundo.
E que posso evitar que ela vá à falência.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver,
Apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos
Problemas e tornar-se um autor da própria história.

É atravessar desertos fora de si, mas ser
Capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus em cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.

É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um “não“.
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Pedras no caminho? Guardo-as todas, um dia vou construir um castelo...“
bjao de alg que vc podera contar sempre...(sua mãezona)

andressa gabryelly disse...

fernanda,
se a vida lhe negar um sonho mostre à ela q vc e capaz de lhe negar uma lágrima...
bjao, sua irmã andressa!!!

Carlos Rocha disse...

Mão santa falando de honestidade só me lembra uma coisa: "A ignorância é audaciosa".
xero!

Jota Pê_The disse...

Atentai bem às palavras do oráculo pyauhyense na tribuna dos lordes nazionalistas; ele é um bom palrador, mas sua carreira política está em derrocada! Há um até certo caracter de legitimidade nessa afirmação do senador, eu compreendo isso; só não tenho racionalidade suficiente para receber tal informação nesse momento de um representante em franca infidelidade para com o povo que lhe administra ao palanque de poder, ou seja, ele é um falsário hipócrita neste caso.