29/12/2007

Mensagem de fim de ano


O que eu fiz neste ano? Consegui cumprir o que planejei? Quais são as metas para o ano que está chegando? Essas são perguntas que gosto de me fazer quando um ano se encerra. Mas parando hoje para pensar, cheguei à conclusão de que existem ainda outras perguntas que me devo fazer.
O que eu fiz pelas pessoas ao meu redor neste ano? Será que eu poderia ter feito mais por alguém? Será que eu magoei muitas vezes? Será que fui ética em minhas atitudes? Será que consegui expressar meus sentimentos a quem amo? Será que consegui demonstrar o quanto existem pessoas importantes para mim?
Às vezes nos preocupamos tanto com nossas metas, que nos esquecemos de perguntar sobre nossas ações para com as outras pessoas. Penso que o mundo hoje está do jeito que está por causa do egocentrismo, da indiferença aos problemas do outro.
Essa é minha mensagem de final de ano a todos que passam por aqui: que o ano de 2008 seja um ano em que nos preocupemos em organizar metas para a nossa vida. Que essas metas incluam também a vontade de fazer bem ao outro, de amar, de sorrir, de se dedicar ao trabalho, ao estudo, tudo isso feito com amor. Que não sejamos modestos, mas tenhamos humildade para reconhecer nossas qualidades e defeitos. Que tentemos ao nosso modo cultivar a paz, a fraternidade, o amor.
Sobre o amor
Li num livro (O monge e o executivo) que o amor é na verdade uma atitude. Não somos obrigados a gostar de todas as pessoas, afinal nem sempre nossa personalidade combina com a outra. Mas devemos tentar agir com amor, que é tratar bem mesmo aquele que você não gosta, que não tenha afinidade. É tratar com respeito a quem quer que seja. Que 2008 seja, então, o ano de cultivar o amor.

Feliz 2008!

2 comentários:

Anônimo disse...

Pelas palavras, parabéns.

alertome@yahoo.com.br disse...

Pelas palavras,as vezes estamos tão preocupadas com nossa correrias que acabamos sem querer esquecendo de quem nós amamos.
Sds.